segunda-feira, 7 de maio de 2012

SEMANA DE ARTE MODERNA DE 1922- RESUMO


Veja aqui um resumo sobre a Semana de Arte Moderna de 1922.
A arte em todas as suas formas é muito apreciada pelas pessoas, afinal através dela podemos expressar nossos sentimentos sem precisar ter medo do que os outros irão pensar. Mas nem sempre foi assim, houve um tempo em que os artistas eram obrigados a seguir um padrão de arte, numa época em que os ideais estéticos reinavam. 

Porém essa época chegou ao fim com a chegada das Vanguardas Européias, surgindo novos artistas que deram origem a novas linguagens sem regras.  Inspirados nos artistas, poetas e escritores europeus, muitos artistas brasileiros aderiram a um novo conceito de arte. E para mostrar as novas tendências artísticas que já vigoravam na Europa foi feita a Semana de Arte Moderna em 1922 no Teatro Municipal de São Paulo.



Em meio a tantas coisas que aconteciam na época, como o capitalismo que só fazia crescer no Brasil, assim consolidando a República e a elite paulista, a qual era totalmente influenciada pelos padrões estéticos europeus mais tradicionais, turbulências políticas, sociais, econômicas e culturais, a Semana de Arte Moderna foi mal vista pela sociedade, sendo alvo de críticas e em parte ignorada.   

O objetivo do evento era renovar o ambiente artístico e cultural, com maior liberdade de expressão para fugir dos padrões estéticos e tradicionais. A Semana de Arte Moderna ocorreu entre os dias 13 a 17 de fevereiro, quem foi o idealizador deste evento artístico e cultural foi o pintor Di Cavalcanti.  

Entre os escritores modernistas brasileiros que se destacaram na época estão Oswald de Andrade, Guilherme de Almeida e Manuel Bandeira, quanto aos pintores modernistas quem mais se destacou foi Anita Malfatti que realizou a primeira exposição modernista brasileira em 1917. 

Publicidade:
As obras da pintura foram influenciadas pelo cubismo, expressionismo e futurismo, estilos que escandalizaram a sociedade da época. Mas apesar de todas as críticas, os artistas modernos se ficaram ainda mais motivados para a realização da Semana da Arte Moderna.  As pinturas e esculturas modernistas expostas no evento causaram espanto e repúdio por parte do público.

Na parte de poesia, o escritor Menotti dek Picchia que da uma palestra em apresentado os novos escritores dos novos tempos, mas durante a palestra ele recebe vaias em meio aos aplausos. Ronald Carvalho também sofreu na mão do público, o qual atrapalhou a leitura do poema Os Sapos de Manuel Bandeira, o qual não podia ler , por caus de uma crise de tuberculose, tal poema criticava abertamente o parnasianismo e seus adeptos.

Assista abaixo o excelente documentário realizado pela TV Cultura no ano de 2002:

 O famoso maestro Villa Lobos também deu o ar de sua graça no evento, mas causando surpresa ao público quando entrou com um pé calçado com um sapato e outro com chinelo, tal atitude escandalisou o público, mas na verdade não se tratava de modismo e sim de um calo inflamado.  

Apesar de ter sofrido inúmeras críticas com o tempo a Semana de Arte Moderna foi ganhando real importância e assim se expandiu dando origem a outros movimentos modernistas, entre eles Movimento Pau-Brasil, Grupo de Anta, Verde-Amarelismo e Movimento Antropofágico. 


Gostou do Blog?? Cadastre seu E-Mail e Receba as Atualizações:
SEMANA DE ARTE MODERNA DE 1922- RESUMO
Blog DCH- Fotos e Vídeos

16 comentários :

Anônimo disse...

Excelente resumo, me ajudou bastante com um trabalho da faculdade!!

Anônimo disse...

Muito bom, acho que vai me ajudar bastante ... Em artes! (:

fabiana disse...

ótimo adorei, tem bastante curiosidade que outros materiais não trazem.

catizinha prado disse...

nao tem as obras hummmm q peninha

Anônimo disse...

Valeu pelo post

Anônimo disse...

o resumo está bom talvez possa vim me ajudar num trabalho de História

Anônimo disse...

Magnifico pra quem nao gosta de se aborrecer com pesquisas




tipo EU

Anônimo disse...

amei o resumo vai me ajudar bastante no trabalho de historia.... ;)

Anônimo disse...

muito bom gostei

poor naty; disse...

legal ...hum

Anônimo disse...

muito bom vai me ajudar muito em portuguÊs

Anônimo disse...

mto bom mi ajudou num trabalho de historia

Anônimo disse...

Cara, me ajudou bastante com meu trabalho de artes, valeu :3

Anônimo disse...

A Semana de Arte Moderna foi um evento ocorrido em São Paulo no ano de 1922 no período entre 11 e 18 de fevereiro no Teatro Municipal da cidade. Durante os sete dias ocorreu uma exposição modernista no Teatro e nas noites dos dias 13, 15 de fevereiro e 17 ocorreram apresentações de poesia, música e palestras sobre a modernidade.

Representou uma verdadeira renovação da linguagem, na busca de experimentação, na liberdade criadora e na ruptura com o passado. O evento marcou época ao apresentar novas idéias e conceitos artísticos. A nova poesia através da declamação. A nova música por meio de concertos. A nova arte plástica exibida em telas, esculturas e maquetes de arquitetura. O adjetivo "novo", marcando todas estas manifestações, propunha algo a ser recebido com curiosidade ou interesse.

Participaram da Semana nomes consagrados do Modernismo brasileiro, como Mário e Oswald de Andrade, Víctor Brecheret, Anita Malfatti, Menotti Del Pichia

Anônimo disse...

muito bom me ajudou muiito akie :)

Anônimo disse...

muito legal me ajudou bastante no meu seminario!!

Postar um comentário

Não encontrou? Pesquise no Google:

Sobre o Autor:


Rafael Zucco
, 31 anos, Palmeirense, Guarulhense e Boa Gente, escreve Profissionalmente em Blogs desde 2008 e gosta de jogar Poker nas horas vagas.