segunda-feira, 14 de maio de 2012

BIOGRAFIA DE MONTEIRO LOBATO- RESUMO


Muitos conhecem Monteiro Lobato, um dos escritores brasileiros mais importantes do século XX, o qual é conhecido até hoje, através de suas obras que ficaram eternizadas na literatura brasileira. Mas poucos conhecem sua trajetória, por isso vamos contar um pouco para vocês. José Bento Renato Monteiro Lobato nasceu no dia 18 de abril de 1882 na cidade de Taubaté em São Paulo. 

Ele foi criado em um sítio e quando criança antes mesmo de entrar na escola sua mãe, Olímpia Augusta Lobato, seguida por um professor participar, ensinou-lhe a ler. Mais tarde aos 7 anos, Monteiro Lobato entrou em um colégio, foi nessa idade que ele descobriu a imensa biblioteca de seu avô materno, o Visconde de Tremembé, devorando os livros infantis em língua portuguesa. 

Já mostrando seu talento para a escrita, em seus primeiros anos de estudante ele já escrevia pequenos contos para os jornaizinhos das escolas, onde estudou. Quando tinha 11 anos, ele recebeu como herança antecipada, uma bengala de seu pai, que trazia gravada no castão suas iniciais J.B.M.L (José Bento Marcondes Lobato), para utilizá-la, Monteiro Lobato mudou seu nome de José Renato para José Bento. 


No ano de 1896 ele foi para São Paulo, com o intuito de estudar na cidade, mas ao prestar os exames para o curso preparatório ele foi reprovado e então retornou para sua cidade natal. Voltando à sua antiga escola, o Colégio Paulista, Monteiro Lobato continuou se dedicando à escrita, fazendo suas primeiras incursões literárias como colaborador dos jornaizinhos Pátria, H2S e O Guarany, onde usava o pseudônimo Josben e Nhô Dito.

Nesse meio tempo ele lia sem parar e colecionava textos e recortes que o interessavam. No ano seguinte ele prestou novamente os exames para o curso preparatório e foi aprovado e assim foi viver em São Paulo, estudando no Instituto Ciências e Letras. Em 1898 o pai de Monteiro Lobato teve uma congestão pulmonar e faleceu, um ano depois, sua mãe sofrendo de uma profunda depressão veio a falecer também. 

Nesse meio tempo Monteiro Lobato seguia suas tendências literárias e participava pela primeira vez das sessões do Grêmio Literário Álvares de Azevedo, na instituição onde estudava e também tendo um grande talento para o desenho, tornou-se desenhista e caricaturista nessa época. 
 O sonho do garoto de então 17 anos era entrar para a Escola de Belas-Artes, mas seu avô que esperava que ele se tornasse seu sucessor na administração de seus negócios, persuadiu-o a entrar na Faculdade do Largo de São Francisco para cursar Direito. 

Apesar disso, Monteiro Lobato não desistiu de seu talento para escrever e continuou colaborando em diversas publicações estudantis e fundou juntamente de seus colegas de turma, a Arcádia Acadêmica, escrevendo um discurso em sua sessão inaugural, intitulado Ontem e Hoje. 
 Nessa época o jovem era elogiado por todos como um comentarista original e dono de um senso fino e sutil, de um “espírito á francesa” e de um “humor inglês” imbatível, levando essas características por toda sua vida. Após dois anos, Monteiro Lobato, foi eleito o presidente da Arcádia Acadêmica e colaborou com o jornal Onde de Agosto, escrevendo artigos sobre teatro. Foi nesse mesmo jornal que ele publicou seu texto Gens Ennuyex, vencedor de um concurso de contos. 
Publicidade:
Através de seus estudos sobre teatro ele fundou junto com Ricardo Gonçalves, Cândido Negreiros, Godofredo Rangel, Raul de Freitas,Tito Lívio Brasil, Lino Moreira e José Antônio Nogueira o grupo O Cenáculo. Um dos diferenciais de Monteiro Lobato é que ele sempre defendia suas idéias, dizendo o que pensava, sem se importar de agradar os outros, lutando contra tudo e todos não importando quais fossem as conseqüências. 
 O jovem escritor formou-se em Direito no ano de 1904 e retornou a Taubaté. No ano seguinte ele passou a ocupar provisoriamente a promotoria de Taubaté, onde conheceu Maria Pureza da Natividade, com que se casou em 1908 e teve quatro filhos (Marta, Edgar, Guilherme e Rute). Nesse meio tempo ele havia sido nomeado promotor público em Areias. Cansado da vida campestre Monteiro Lobato decidiu associar-se a um negócio de estradas de ferro em 1910. 

Mas mesmo tendo seu trabalho, ele não parou de escrever, publicando artigos em jornais e revistas, onde também enviava suas caricaturas e desenhos. Mais tarde ele também passou a traduzir artigos do Weeklty Times para o jornal O Estado de São Paulo e obras da literatura universal, também enviando artigos para um jornal de Caçapava. 

Dessa forma ele se sentia satisfeito, pois além de estar prosperando com seus negócios ele fazia o que gostava. Em 1911, o avô de Lobato faleceu, assim ele se mudou com toda sua família para a Fazenda Buquira, a qual herdou de seu avô. Então ele se voltou para as atividades da fazenda, dedicando-se à modernização da lavoura e à criação. 

Com os negócios prosperando, Monteiro Lobato decidiu abrir um externato em Taubaté, deixando aos cuidados de seu cunhado. A carreira literária de Monteiro Lobado somente começou a engrenar em 1914, quando ele indignado com a ação dos caboclos que praticavam queimadas em sua fazenda, ele escreveu uma carta intitulada Velha Praga e enviou-a para a seção "Queixas e Reclamações" do Jornal O Estado De São Paulo, o qual percebendo o valor daquela carta, publicou-a fora da seção destinada aos leitores. A carta causou tanta polêmica que fez com que Lobato escrevesse outros artigos como Urupês, que se tornaria seu primeiro livro, contendo um de seus mais famosos personagens, o Jeca Tatu. 

Escute essa raridade, última entrevista de Monteiro Lobato em 3 de Julho de 1948, 2 dias antes de sua morte:


 Esse personagem era um grande preguiçoso que ficava deitado o dia todo, sem vontade alguma de trabalhar, diferente dos homens do campo e índios idealizados pela literatura romântica da época. Assim o personagem fazia uma crítica ao atraso e a miséria que representava o campo no Brasil, por isso causou tanta polêmica. 

 Decidindo pela carreira literária em 1917, Lobato vendeu sua fazenda para morar na capital, onde criou a Editora Monteiro Lobato e mais tarde a Editora Nacional e a Editora Brasiliense, onde também abria espaço para novos talentos. Tomando o gosto por escrever livros, Lobato se destacou no gênero conto, escrevendo livros que são conhecidos até os dias de hoje, como as histórias do Sítio do Pica-pau Amarelo, a qual escreveu no ano de 1939, criando personagens inesquecíveis como a boneca Emília, Dona Benta, Pedrinho Tia Anastácia, Narizinho, entre tantos outros.

 Essas histórias misturam realidade e fantasia usando uma linguagem mais informal e acessível, fazendo um grande sucesso em especial o público infantil. Por fim em 5 de julho de 1948, Monteiro Lobato, um dos maiores escritores da literatura brasileira, sofreu um espasmo vascular enquanto dormia e faleceu.


Gostou do Blog?? Cadastre seu E-Mail e Receba as Atualizações:
BIOGRAFIA DE MONTEIRO LOBATO- RESUMO
Blog DCH- Fotos e Vídeos

41 comentários :

Anônimo disse...

para mim monteiro lobato foi um grade artista

Anônimo disse...

olhaaaaaaaa

Anônimo disse...

ele e um grande artista varios livros que ele ja fez

Anônimo disse...

olha montei9ro lobatio e meu escritor favoriuate

Anônimo disse...

Eu nasci um dia antes de Monteiro Lobato.

Anônimo disse...

um grande artista e escritor

Anônimo disse...

resumo perfeito

Anônimo disse...

ele foi e sempre vai ser o melhor escritor do brasil.

Anônimo disse...

se eu fosse o monteiro lobato eu xingaria minha mae vai toma no REGO !!!!!!

Anônimo disse...

eu amo o monteiro lobato

Anônimo disse...

euamo monteipo mas eu presiso de uma biografia dele resumida taaaaaaaaaaaa!!!!!!!!!!!!!! da proxima vez resuma mais taaaaaaaaaaaa??????????????????????????????

Anônimo disse...

adori os livros dele

Anônimo disse...

ele é lindooooo

Anônimo disse...

esse e o melho escritos de univeso

Anônimo disse...

assistam ani hen ou bokusatsu tenshin dokuro-chan.

Anônimo disse...

ELE FOI UM GRADE ESCRITOR . GENTE NAO ESTRANHEM O TAMANHO DO TEXTO. AFINAL ELE TE VE UMA VIDA LONGA E OS SEUS TEXTOS ERAM E SEMPRE SERAO BEM INTERESSANTES!!!!!!!!

Anônimo disse...

odeio montir lobat

matheus santos alexandre disse...

o resumo é maior q o original kkkkkkkk

Anônimo disse...

ele foi um ótimo escriotror

Anônimo disse...

odeio ele um lixo esse cara

Anônimo disse...

mas ele é bom de cama

Anônimo disse...

Ele foi um ótimo escritor quando era criança adorava ler e assistir filmes do Sítio do Pica-pau Amarelo !!! E posso garantir de como ele foi um bom escritor se estivesse vivo , continuaria sendo um ótimo escritor ! Monteiro Lobato deixou saudade na Literatura Brasileira ! Gosto muito dos livros dele , ele era um ótimo escritor e um ótimo artista ..... Saudades Monteiro Lobato

Anônimo disse...

affs manow cada idiota q naum tem oq postar mongteiro lobato foi um incone da historia brasileira seu odiotas

Anônimo disse...

é maravilhoso esse resumo e triste tambem mais nunca vou esquecer.mesmo morto gosto de suas fabulas e nunca vou deixar de gostar.

Anônimo disse...

adorei esse resumo

Anônimo disse...

é maravilhoso esse resumo e triste tambem mais nunca vou esquecer.mesmo morto gosto de suas fabulas e nunca vou deixar de gostar.

Anônimo disse...

ele e o melhor escrito do mundo!

Anônimo disse...

eu ama o sr monteiro lobato

Anônimo disse...

Adorei, muito boa a biografia resumida desse ícone da literatura brasileira, Monteiro Lobato é um dos meus ídolos!!!

maryane abreu. disse...

euu amei aaa biograafia de monteiro......



Anônimo disse...

Se isso é resumo, eu nem sei oque é a história inteira !! @love1D_karol

Anônimo disse...

Amo monteiro lobato, e estas informações foram muito importantes para mim já que estou fazendo uma pesquisa escolar sobre ele, e por estas informações tirei nota 10,00 !! É incrivel como algumas pessoas conseguem serem tão importantes com algo tão pleno e verdadeiro como M. Lobato foi !!

Anônimo disse...

serviu muito

Anônimo disse...

Uff ! sem duvidas Monteiro Lobato é o melhor escritor de todos os tempos

by: JuJuBa

Hiasmyn Lilian de Melo disse...

Monteiro Lobato foi uma inspiração e sempre sera não só para os brasileiros e sim para o Mundo todo eu o admiro muito e sempre continuarei o admirando U.U

Anônimo disse...

Espasmo Vascular: Após um vaso ser rompido, ocorre uma vasoconstrição no vaso roto que vai resultar na diminuiçao do fluxo sanguíneo desse vaso. Então quanto maior é o traumatismo de um vaso, maior será o espasmo. Ou seja, se um vaso for cortado com algum instrumento afiado, maior será o sangramento. Esse espasmo pode perdurar de 20 min há 1 hs, até que seja formado tampão plaquetário.

Anônimo disse...

Monteiro Lobato é um dos ícones nacionais de nosso país, quem não gosta, não sabe o que é ter cultura!!!

Anônimo disse...

eu adorei, me ajudou muito num trabalho de artes da escolaaaaaaa eu ameiiiiiii !!!!!!!

Anônimo disse...

esse cara é nerds em

Anônimo disse...

esse cara e um idiota bem****

Anônimo disse...

PÔ 100 LINAHS

Postar um comentário

Não encontrou? Pesquise no Google:

Sobre o Autor:


Rafael Zucco
, 31 anos, Palmeirense, Guarulhense e Boa Gente, escreve Profissionalmente em Blogs desde 2008 e gosta de jogar Poker nas horas vagas.