quarta-feira, 4 de maio de 2011

CLORIDRATO DE SERTRALINA- EFEITOS COLATERAIS, BULA






A depressão é uma doença que anda levantando muitas discussões nos últimos anos. De uma década para cá parece que a doença tomou proporções cada vez maiores. Hoje discutida e comentada em todos os meios de comunicação a depressão é considerada a doença do século. Atinge principalmente o humor, deixando o doente com uma sensação de tristeza muito grande, chegando a perturbar o sono e as atividades do dia a dia. Ainda ignorada por muitos, a depressão em muitos casos age silenciosamente, sem que o indivíduo perceba do mal que o acomete.

E sem se dar conta do problema, vai se sentindo cada vez mais abatido, deprimido, triste e quando se dá conta do problema, já está em um nível muito elevado de depressão, o que leva a problemas nos relacionamentos familiares, afeta drasticamente sua vida profissional, estudos, sua vida social fica quase que anulada. O problema é grave, vem crescendo entre a população e é preciso ser tratado assim que percebido, pois quanto antes se dá o início do tratamento, melhor para o paciente. O tratamento deve ser feito com acompanhamento médico, psiquiatra e também com psicólogos. Amigos e parentes devem ficar sempre atentos aos sinais de recaída que o paciente pode apresentar.

Um dos medicamentos utilizados para o tratamento da depressão é o Cloridrato de Sertralina que é responsável pela ação de inibir a recaptação da serotonina no processo depressivo. A aprovação do medicamento foi liberada em 1991 e desde então é indicado em alguns casos da doença, sempre com o consentimento do médico.

O uso deste medicamento já foi obviamente motivo de estudo em várias instituições de pesquisa e de acordo com vários resultados observado ficou claro que os efeitos colaterais desenvolvidos pelo uso deste princípio ativo é bem menor do que outros medicamentos para transtorno depressivos. Um dos motivos pelo qual vem se tornando um dos mais indicados para o tratamento, mas seu uso só deve ser feito sobre prescrição de um médico ou psiquiatra. Jamais deve-se utiliza-lo sem o devido acompanhamento médico.

Ele é indicado também para tratamento da síndrome do pânico, fobia social, transtorno de ansiedade e transtorno obsessivo compulsivo. Em pacientes idosos foi revelado que a escolha do cloridrato de sertralina é mais conveniente do que outros tipo de anti-depressivos, como os tricíclicos por exemplo, eliminando problemas dos efeitos adversos.

Um dos principais efeitos colaterais no uso desta medicação é a insônia, sudorese, sensação de boca seca, disfunção gastrointestinal e pode ocorrer uma piora nos sintomas nos primeiros dias da dosagem. Quem faz uso deste medicamento precisa ficar atento e caso perceba alguma piora, deve imediatamente informar ao seu médico.

Nos homens pode acontecer uma disfunção sexual, no sentido de retardo da ejaculação.
Geralmente a dosagem é prescrita em 50mg e 200mg, sendo indicada a dosagem de 25mg na primeira semana.



Gostou do Blog?? Cadastre seu E-Mail e Receba as Atualizações:
CLORIDRATO DE SERTRALINA- EFEITOS COLATERAIS, BULA
Blog DCH- Fotos e Vídeos

5 comentários :

Anônimo disse...

É muito bom.

Anônimo disse...

setralina pode alterar a pressao sanmguinia!!

sempre que tomo minha pressao sobe.
Alguem ja teve esta reaçao.

Anônimo disse...

A MAIS OU MENOS TOMEI ESSE MEDICAMENTO, FOI MUITO BOM PARA MIM , NÃO TIVE NENHUMA REAÇÃO. A UMA SEMANA VOLTEI A TOMAR, SO QUE DESSA VEZ JA ESTA DANDO REAÇÃO, NÃO ESTOU CONSEGUINDO TER EREÇÃO, E QUANDO TENHO NÃO EJACULO.

Anônimo disse...

esse remedio ele tira toda minha timidez e ansiedade com ele eu sou uma pessoa melhor...mas com ele num consigo ter ereçao e nem ejaculaçao

Anônimo disse...

esse medicamento me tira o sono, não consigo dormir.

Postar um comentário

Não encontrou? Pesquise no Google:

Sobre o Autor:

Rafael Zucco
, 30 anos, Palmeirense, Guarulhense e Boa Gente, escreve Profissionalmente em Blogs desde 2008 e gosta de jogar Poker nas horas vagas.